Por Dra Margarida Maria Vieira

 

Nas últimas semanas tenho atendido adolescentes com processos de grande ansiedade devido a demanda vinda das atividades das escolas que estão matriculados. Alguns já desenvolvendo sintomas físicos junto com os mentais.

É importante que as Escolas, desde a educação infantil até o ensino médio (sem distinção), se deem conta de qual é o seu papel dentro da realidade que estamos vivendo hoje. Suas ações se mostram na maioria das vezes um desserviço, inclusive em relação ao seu objetivo de que seus alunos tenham um bom desempenho em concursos que poderão se submeter, como o vestibular e o ENEM.

Ao mesmo tempo, as Escolas têm  possibilidades de irem de encontro às suas metas e serem de ajuda neste momento de mundo ao público que atendem lhes trazendo atividades em horários estipulados e de acordo com o “confinamento”. Com isto, as Escolas também estarão ajudando imensamente as famílias de seus alunos pela harmonia que proporcionarão.

Esses são motivos de promoção à Saúde e estão dentro dos preceitos homeopáticos de tratamento, pois segundo Hahnemannn (criador da Homeopatia) é preciso que os agentes agressores sejam retirados do convívio dos doentes para que a cura se estabeleça e/ou para que as pessoas se mantenham saudáveis.

É de extrema urgência que as Escolas se organizem e empreendam as estratégias neste sentido. Caso continuem com as mesmas práticas mais doenças mentais se manifestaram e com níveis de gravidade mais intensos; além dos quadros de enfermidades físicas.

Por favor, atentem a esta necessidade premente. Os recursos estão disponíveis, podemos juntar os conhecimentos (Educação e Saúde) e alcançaremos a nossa intenção maior que é o ser humano em Saúde que é “o estado dinâmico de equilíbrio do corpo físico, mental, espiritual e social.” (conceito de Saúde pela OMS).

 

Veja vídeo no nosso canal: https://youtu.be/rO8HTXxVwvA

 

Foto de Julia M Cameron

Deixe seu comentário